NEWSLETTER

FACEBOOK

A força de cinco mulheres cabelos brancos

Hoje, dia 8 de Março, celebra-se o Dia Internacional da Mulher. Com este dia, a ONU pretende homenagear as mulheres de todas as nações, que viram o seu papel na sociedade menorizado e os seus direitos violados por terem nascido mulheres e que lutaram por direitos de cidadania, iguais aos direitos reconhecidos aos homens.

Ser mulher cabelos brancos é ser protagonista da evolução da condição feminina ao longos dos tempos.

“Lembro-me de votar pela primeira vez. Senti uma enorme alegria!”

Celeste, 91 anos

“Fui condenada por viver vários anos com o meu companheiro porque não éramos casados pela igreja.”

Rosa, 89 anos

“Lembro-me da violência contra as mulheres. Dizia-se que “entre marido e mulher ninguém meta a colher”.

Helena,  77 anos

“O amor nem sempre era uma liberdade. Havia muitos casamentos impostos pela família.”

Rosário, 86 anos

“Muitas vezes tínhamos de ficar à espera dos nossos maridos à porta dos cafés. Não era permitida a entrada de mulheres.”

Maria do Céu, 94 anos

Agradecemos a todas as mulheres cabelos brancos que lutam pela igualdade de género, tendo em mente que existem muitos direitos por adquirir ou reconquistar. Mas esta luta de hoje e amanhã, só pode ser inteira e eficaz, se existir uma verdadeira união feminina intergeracional.

“Que nada nos limite, que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância.”

Simone Beauvoir

Arte urbana by Etam Cru

ANTERIOR

Festas Felizes

PRÓXIMO

Bons dias